sexta-feira, 21 de novembro de 2014

A vida requer gratidão!



Vejam as notícias:

1) jovem é estuprada e morta;
2) pai procura pelo filho há 29 anos;
3) famílias caminham 10 horas para fugir da violência no Iraque;
4) jovens cristãos são degolados no Irã;
5) candidatos fazem aeroportos particulares.

O mundo desaba. Mas você acorda no meio da noite e começa a pensar no mal que te fizeram. Logo vem a cabeça aquela situação que te desagradou. Uma ofensa. Quase sempre uma frase errada, inútil, desnecessária. Uma frase daninha. E aquilo é o centro do seu mundo. Um mundo onde coisas muito piores, realmente ruins estão acontecendo. Então um sorriso começa a brotar para que você realmente pense no mundo como ele é diga: obrigada. Outro sentimento, o de gratidão, começa a aflorar e tudo o mais perde a importância. O eixo se volta para o universo, e não para você, e você percebe que tudo que fizeram, tudo que disseram, tudo que pensaram não tem a menor importância. Nada disso tirou a sua razão, a sua saúde e a sua capacidade de fazer o bem.
Pense sempre no lado bom das coisas. Pense como poderia ser pior. Pense que tudo que acontece é parte da vida, é o preço que se paga por estar aqui. Não importa o que aconteça com você, acolha de uma maneira generosa e grata, gratidão, especialmente, por não sentir, em seus corpo, uma dor insuportável por razões irremediáveis. Crie a virtude do pensamento baseado no bem-estar e na gratidão. Se eu passei por isso, é porque tinha que ser. E que toda energia gasta com pensamentos inúteis de não aceitação eu lance para Deus na forma de: - abençoe os que estão sofrendo, precisando ou morrendo. Esses sim têm razões para questionar, para voltar-se para si mesmo de maneira egoísta e se condoerem de sua própria condição. Mesmo na miséria, qualquer que seja ela, ou seja, na ausência, você ainda pode ter a sua crença de que essa vida merece ser vivida com gratidão a Deus e respeito ao outro. Com calma e compreensão dos acontecimentos. Com aceitação dos fatos e uma mensagem de confiança e acolhimento para com os que chegaram até você. A dor é inevitável, mas você pode amenizá-la com remédios. O sofrimento é inevitável, mas você pode neutralizá-lo com bons pensamentos, uma boa emoção, e uma conformidade plena da sua situação, com a ideia de que ver a tragédia do outro pode aliviar o seu olhar rancoroso, e afastar todos os sentimentos de injustiça em você. Eles são apenas sentimentos, e parte da não aceitação da vida como ela se apresenta. Se você apenas disser: “eu aceito”, a mente se acalma e o sofrimento cessa. E você ainda pode orar pelos que realmente têm motivos para sofrer. Medite. Creia. Transforme. A si mesmo.
"A meditação não é para nos ajudar a evitar problemas ou fugir das dificuldades. A meditação foi criada para permitir e ter lugar a cicatrização positiva. Meditar é aprender a parar - parar de ser levado por nossos arrependimentos sobre o passado, a nossa raiva ou desespero no presente, ou as nossas preocupações sobre o futuro "

~ Thich Nhat Hanh.