terça-feira, 19 de maio de 2015

Nomes escalafobéticos (estrambóticos ou afolozados)

Hora de relaxar! Compartilho mais um maravilhoso post do meu amigo Jairo Luis Brod. Para mostrar que não há limites para a curiosidade humana.
.....................................................


"O nome é, em certo sentido, a própria coisa; dar nome às coisas é conhecê-las e apropriar-se delas; a denominação é o ato da posse espiritual."

(Miguel de Unamuno)






Muitos nomes estranhos devem ser simples erros de cartório, originados pela confusão auditiva que se instala de um e de outro lado do balcão. Os pais ditam o nome do pimpolho e o escrivão o registra com outro bem diferente. A mãe e o pai repetem o nome várias vezes, numa  enjoativa gradação ascendente. O oficial do cartório, sem entender nada, pergunta e repergunta qual é mesmo o nome do rebento? Imagine a cena: o servidor se levanta da mesa e aproxima cada vez mais o ouvido dos dois pais, não acreditando no que suas sacrossantas orelhas estão ouvindo! A situação se aclara quando o pai, num tom acima dos 90 decibéis, embolado com o pátrio poder que a lei lhe faculta, resolve a parada: já falei!, já falei! E aí, de fato, ficou: Já Falei dos Santos. E a paz naquela freguesia notarial volta a ser como dantes no quartel de Abrantes.

Pode ser também que ocorra mistura de nomes estrangeiros com nomes brasileiros, gerando um monstrengo que atenderá pelo nome de Maiquel Jéquisson da Costa ou de Má Dona Oliveira. Há aqueles nomes, ainda, que atendem a anseios não muito claros de seus genitores: seja por aflorarem de algum escaninho da alma, seja por refletirem sentimentos de inferioridade. Neste caso, podemos estar diante de um novo tipo de Síndrome, a que poderíamos chamar de Síndrome da Compensação Onomástica, rss.

Vamos, sem mais delongas, aos nomes estranhos já registrados em cartório. "Estranhos" é "Pinto" perto das aberrações que se verão a seguir. São verdadeiros atentados à honorabilidade alheia. Constituem, na verdade, bullyings em forma de nome. Nem apelidos conseguiriam intento tão danoso. Preparem os ouvidos:

Aberta Demais De Oliveira

Abias Corpus Da Silva

Ácido Acético Etílico Da Silva

Afília Demaria De Nazaré

Ambrísia Estilingue Morretes

Ana Baiana Meleva Daqui Pratinhos

Antonio Donizete Bobo

Antonio Manso Pacífico De Oliveira Sossegado

Antônio Morrendo Das Dores

Antônio Veado Prematuro

Barrigudinha Seleida

Benvindo Viola

Carabino Tiro Certo

Chevrolet Da Silva Ford

Colapso Cardíaco da Silva

Defuntina De Souza Cruz

Delícia Costa Melo

Deuzivaldo Ferreira

Elvis Presley Da Silva

Eraldonclóbes Souza

Espere Em Deus Mateus

Falidora Da Fortuna Dopai Ramiro

Faraó do Egito Sousa

Finadina de Souza Cruz

Flávio Cavalcante Rei da Televisão

Francisco Zebedeu Sanguessuga

Himineu Casamenticio Das Dores Conjugais

Inocêncio Coitadinho

Jafa Lei Dos Santos

Janeiro Fevereiro de Março Abril

Jean Claude Van Dame Da Silva

João Sem Sobrenome

José Catarrinho

Josefina Grosso

Jotacá Dois Mil e Um

Júlio Santos Pé-Curto

Juvenalda Datia Gulosa

Letsgo Daqui

Maiquel Edy Marfy

Manuel Sola De Sá Pato

Maria Bastarda Dequem

Maria Da Boa Morte

Maria Do Bom Despacho

Maria Panela

Maria Tributina Prostituta Cataerva

Mariana Daxana Laranjal

Maycom Géquiçom

Necrotério Pereira Da Silva

Pernilonguildo Tentofaz Furão

Piá Motel Das Dores

Produto do Amor Conjugal De Marichá E Maribel

Remédio Amargo

Rolando Caio da Rocha

Rolando Escadabaixo

Safada Da Sogra Vitorina

Safira Azul Esverdeada

Salvador Das Dores

Sextavado Obtusângulo Reto

Simplício Simplório Da Simplicidade Simples

Tobiniana Matusquela

Última Delícia do Casal Carvalho

Um Dois Três de Oliveira Quatro

Vanessa Cachorroski

Vicente Mais Ou Menos de Souza

Vitor Hugo Tocagaita