segunda-feira, 8 de junho de 2015

Sete razões para usar papel e caneta nas redações para concurso


Sete razões para usar papel e caneta nas redações para concurso.

No mundo virtual, em que canetas viraram teclados e o tempo anda na velocidade das conexões mais rápidas, o velho e antigo caderno de papel parece estar destinado unicamente aos estudantes secundaristas ou colecionadores saudosistas.  Mas o mundo para o concurseiro não mudou tão rápido assim, e nada substitui a escrita manual no treino de sua redação para concurso.

Seguem abaixo as razões básicas para uma prática clássica na hora de escrever:

1) aprender a pensar com um papel e caneta nas mãos;
2) caprichar na letra;
3) desenvolver uma redação limpa, com o menor número de riscos e borrões possíveis;
4) treinar a margem e separação silábica;
5) treinar o tempo de prova, cronometrando o tempo que leva para escrever
6) decidir se você poderá ou não fazer rascunho
7) vivenciar uma situação real de prova.

Uma vez por semana faça seu próprio simulado. E lembre-se: e a prática que faz o monge.