sábado, 13 de junho de 2015

Técnicas para construir sua redação de concurso


Há várias técnicas para construir o texto dissertativo. Uma delas é a estrutura que vamos chamar de esqueleto. Rigorosamente, ninguém deveria iniciar o seu texto sem esse roteiro pronto: liste, de maneira mais ou menos organizada, o que você quer falar.
Vocé pode listar por tópicos.
Ex: reforma politica
1.   definição;
2.   prós e contras;
3.   impacto;
4.   conclusão.
Ou voce pode listar como uma sequencia lógica do que vai dizer. Ex: reforma política 
1.   conceito;
2.   relevância;
3.   histórico;
4.   principais pontos de debate;
5.   quais os maiores óbices.
Você pode colocar um argumento contra e um a favor e ir encadeando estes argumentos com conectivos como: porém, entretanto, por outro lado… Por fim, caminha-se para uma conclusão de maior cunho teórico e neutro, para não despertar nem simpatia, nem antipatia no seu interlocutor. Ex: “por certo que este é um tema de difícil inserção e enfrentamento”.  
Estruture sua redação para concurso

Na estrutura de árvore, você tenta colocar em cada “galho”, ou parágrafo, argumentos que se conectam. Enfrente cada um deles de uma vez, como se fossem blocos independentes e, talvez, conflitantes. 

Ex: reforma política: 
1.    Galho 1 - distritão, cuja ramificação é o fisiologismo, a personificação e a despartidarização da política.
2.   Galho 2 - financiamento de campanha, cuja ramificação é a corrupção, o caixa 2, as tentativas de controle e a elitização da política com a mercantilização da política e a institucionalização do voto fisiológico ou utilitário e não ideológico. 
Esses são exemplos rápidos sobre como você pode estruturar um texto. No próximo post vamos falar sobre a hierarquia dos argumentos.